We are apologize for the inconvenience but you need to download
more modern browser in order to be able to browse our page

Download Safari
Download Safari
Download Chrome
Download Chrome
Download Firefox
Download Firefox
Download IE 10+
Download IE 10+

Sobre a expedição

A intenção é chegar ao Alasca – o maior estado dos EUA em extensão territorial – entre junho e agosto de 2017, mais de seis meses após a saída da capital baiana.

De Salvador, o comandante levará o Fraternidade, barco que ele ajudou a construir e assinou 80% do projeto, para Natal. Com ele, vão sete tripulantes, entre médico, advogado, oceanógrafo. Na capital do Rio Grande do Norte, mais um embarcará.

Em seguida, irá para o Mar do Caribe, atravessará o Canal do Panamá. Outros dois tripulantes subirão no Panamá e os quatro restantes no Havaí. O itinerário inclui ainda as Ilhas Galápagos, a Polinésia Francesa e as Ilhas Aleutas. “Vai ter gente dormindo pelo chão”, brinca. Na embarcação, há 12 beliches.

O sono, aliás, é algo importante para os casos de se depararem com um temporal. “A gente pode ficar uns dois dias sem dormir”, conta o navegador.

No Alasca, Belov quer conhecer bem o interior e visitar vários portos. “A gente está saindo agora para conseguir pegar o verão no Alasca, que é a boa época, principalmente para navegar. Já estou saindo uns dez dias atrasado”.

Do destino, ele diz que pretende continuar, mas não sabe ao certo para onde irá. “Só programei a saída”. Durante toda a viagem, Belov pretende relatar tudo em dez cadernos de capa dura que está levando para, ao final, render mais um livro.

Leia mais em https://goo.gl/7Rmf2g